Cadastre-se aqui

Cadastre seu e-mail para receber os avisos de novos informativos disponíveis no site.
E-mail:


Notícias do G1

Informações Úteis

Acessos

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
INFORMATIVO Nº 13 – 04/MAIO/2016 – NO DIA 07 DE MAIO PRÓXIMO A IGREJA DOS SAGRADOS CORAÇÕES DE JESUS E MARIA, LOCALIZADA NA QUADRA 3 DO SOLAR DE BRASÍLIA, SERÁ ELEVADA À CONDIÇÃO DE PARÓQUIA
 Prezados condôminos e demais moradores,
 
Como os senhores devem se recordar em 03 de dezembro de 2015 divulgamos através do Informativo Nº 23 que a Igreja dos Sagrados Corações de Jesus e Maria, localizada na Área Especial da Quadra 3 do Solar de Brasília, em breve seria elevada a condição de Paróquia.
 
Agora é com muita satisfação e orgulho que a Administração comunica aos condôminos e demais moradores que chegou esse momento tão importante e esperado pela nossa comunidade. No próximo sábado, dia 07 de maio de 2016, às 09:30 horas, na nossa Igreja dos Sagrados Corações de Jesus e Maria, será celebrada uma missa solene a ser presidida pelo Exmo. Arcebispo de Brasília, Dom Sergio da Rocha, após o que será realizada no local a solenidade de instalação da Paróquia onde será dada posse ao nosso primeiro pároco, Padre Vicente de Paula Tavares.
 
Em seguida à solenidade de instalação da Paróquia será realizado no Instituto Israel Pinheiro, localizado próximo da Ermida Dom Bosco, um almoço festivo em comemoração desse importante evento, para o qual, desde já, o Padre Vicente convida todos os moradores do Solar de Brasília a participarem.
 
Os convites individuais para o almoço podem ser adquiridos pelos interessados por R$ 30,00 (trinta reais) cada e estarão á venda a partir de hoje à noite até 6ª feira na própria Igreja, no horário entre as 19:00 e as 21:00 horas. Maiores informações podem ser obtidas diretamente com o Sr. Francisco e/ou Sra. Roseane, através dos telefones 8248-7007 ou 8286-1110.
 
 
Atenciosamente,
PEDRO HUMBERTO LOBATO BENEDITO – Síndico do Solar de Brasília

 

ATENÇÃO: Caso deseje fazer algum comentário sobre este Informativo, por favor, envie e-mail com nome completo, endereço do lote e telefone para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .
 
 
INFORMATIVO Nº 12 – 03/MAIO/2016 – CADASTRAMENTO DE EMPREGADAS DOMÉSTICAS MENSALISTAS E RECADASTRAMENTO GERAL DOS VEÍCULOS DOS MORADORES.

 Conforme foi divulgado através do INFORMATIVO Nº 11 de 14/04/2016, desde o dia 1º de maio os porteiros estão orientados pela Administração para, obrigatoriamente, interfonar nas residências a fim de obter autorização para entrada de visitantes e prestadores de serviço.

 Sendo assim, para que os moradores do Condomínio evitem o incômodo dos porteiros interfonarem todos os dias para a sua residência a fim de solicitar autorização de entrada para a empregada doméstica a Administração estará fornecendo, a partir de amanhã, um cartão magnético específico para as empregadas domésticas mensalistas. Este cartão magnético só funcionará nas catracas de pedestre das portarias da Quadra onde a doméstica trabalha. Para obter este cartão é necessário que o morador efetue o cadastro de sua empregada doméstica mensalista na secretaria do Condomínio.

CADASTRAMENTO DE EMPREGADA DOMÉSTICA MENSALISTA

 

A partir de amanhã, o morador interessado em cadastrar sua empregada doméstica mensalista poderá comparecer na secretaria do Condomínio acompanhado da mesma, a fim de preencher e assinar a “Ficha de Cadastro de Empregada Doméstica”.  É necessário que a doméstica esteja portando sua identidade ou cópia autenticada da mesma e no momento do cadastramento será tirada uma fotografia que ficará no arquivo do Sistema de Controle de Acesso para visualização pelos porteiros.

 Por questão de segurança, o cartão magnético a ser fornecido para as domésticas terá validade máxima de 01 (um) ano, após o que, se o cadastro não for revalidado pelo morador responsável, o cartão será bloqueado. Importante! No caso de demissão da empregada doméstica durante a validade do cartão magnético o morador deverá, obrigatoriamente, recolher o cartão fornecido à mesma e dar baixa no cadastro na secretaria ou, se isso não for possível, deverá solicitar à secretaria o bloqueio do cartão.  

 

Os moradores que gostam de caminhar pelo Condomínio, se assim o desejarem, poderão solicitar na secretaria um cartão magnético especifico para utilização nas catracas de pedestres das portarias. Os cartões magnéticos já fornecidos para os veículos continuarão, temporariamente, funcionando nas cancelas de veículos e nas catracas de pedestres, porem a partir de 1º de agosto de 2016 só funcionarão nas cancelas de veículos.

 

            RECADASTRAMENTO GERAL DOS VEÍCULOS DOS MORADORES

 

Conforme informado na última Assembleia Geral a Administração realizou um levantamento no cadastro de veículos do Sistema de Controle de Acesso do Condomínio onde ficou constatado que existem mais de 2.000 cadastros desatualizados. Isso está ocorrendo porque nos últimos anos muitos moradores trocaram seus veículos e não se preocuparam em atualizar os cadastros dos mesmos na secretaria. Desse modo, esses moradores estão utilizando os cartões magnéticos cadastrados para os veículos antigos para entrar e sair do Condomínio com os novos veículos.  Como isso compromete a segurança do nosso Condomínio, a partir de amanhã a Administração iniciará um recadastramento geral de todos os veículos dos moradores do Condomínio.

Para fazer o recadastramento de veículo é necessário que o morador, condômino ou inquilino, compareça pessoalmente na secretaria do Condomínio munido do documento original CRLV em nome de uma das pessoas previamente cadastradas como moradoras da residência.  

Os moradores terão 90 (noventa) dias para atualizarem os cadastros de seus veículos na secretaria.  A partir de 1º de agosto de 2016 todos os cartões magnéticos que não correspondam aos veículos cadastrados no Sistema de Controle de Acesso do Condomínio começarão a ser bloqueados pela Administração e não poderão mais ser utilizados pelo morador para entrar e sair nas portarias. Nesse caso, enquanto não atualizar o cadastro de seu veículo, o morador deverá acessar o Condomínio pela cancela de visitante onde deverá ser identificado pelo porteiro.

 

Atenciosamente,

PEDRO HUMBERTO LOBATO BENEDITO – Síndico do Solar de Brasília

 

 ATENÇÃO: Caso deseje fazer algum comentário sobre este Informativo, por favor, envie e-mail com nome completo, endereço do lote e telefone Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

 
 
INFORMATIVO Nº 11 - 19 ABR 2016 – NOVOS PROCEDIMENTOS APROVADOS PELA ASSEMBLÉIA GERAL COM RESPEITO AO SISTEMA DE INTERFONE, PARA VIGORAR A PARTIR DE 01 DE MAIO DE 2016. E-mail
 Prezados condôminos e locatários,

Acreditamos que todos os senhores sabem que o Sistema de Interfone do Solar de Brasília é um componente de fundamental importância para a segurança do nosso Condomínio. Tanto isso é verdade que, no passado recente, realizamos um vultoso investimento financeiro na nossa rede de fibra óptica, cujo principal objetivo era possibilitar que o Condomínio tivesse um Sistema de Interfone.

Quando assumimos a direção do Condomínio em abril de 2015 verificamos que apenas 30% das nossas residências (aproximadamente 370 delas) tinham o seu aparelho de interfone instalado. Sendo assim, como eram poucos os interfones instalados eles raramente eram utilizados pelos porteiros para anunciar as visitas. Desde então, a Administração estabeleceu como meta prioritária colocar o Sistema de Interfone do Condomínio em pleno funcionamento, a fim de justificar o vultoso investimento financeiro realizado com o dinheiro dos condôminos. Hoje já temos aproximadamente 920 residências com o interfone instalado (75 % do total) e estamos trabalhando para atingir pelo menos 95 % até julho de 2016.

 
Sendo assim, acreditamos ter chegado o momento de estabelecer normas padronizadas para orientar o trabalho dos porteiros com relação à utilização do Sistema de Interfone, a fim de que ele cumpra sua finalidade de incrementar ainda mais a segurança do nosso Condomínio. Foi por esse motivo que levamos para apreciação da 23ª Assembleia Geral Ordinária, realizada em 31 de março passado, a seguinte proposta: “6ª PROPOSTA - Que a Assembleia Geral, em vista do que foi apresentado, aprove que a partir de 01 de maio de 2016 os porteiros só deixem entrar no Condomínio os visitantes e prestadores de serviços que forem autorizados pelo morador através do Sistema de Interfone. Para o caso das residências onde o interfone ainda não estiver instalado ou estiver temporariamente inoperante os visitantes e prestadores de serviços só poderão entrar no Condomínio se informarem corretamente ao porteiro o endereço e o nome de um morador do respectivo endereço que conste do cadastrado do Condomínio.” A proposta foi aprovada pela Assembleia Geral e agora, para que seja colocada em prática, se faz necessário que os condôminos e demais moradores tomem conhecimento dos novos procedimentos que serão adotados pela Administração com respeito ao Sistema de Interfone para que os porteiros liberem a entrada de visitantes e prestadores de serviço no Condomínio, a fim de evitar problemas e reclamações futuras dos moradores e visitantes por desconhecimento desses procedimentos.   
 
Seguem-se os novos procedimentos padronizados que serão adotados com respeito ao interfone e à entrada de visitantes e prestadores de serviços (aqui denominados apenas de visita) no Solar de Brasília, os quais, os porteiros passarão a cumprir a partir de 01 de maio de 2016.
 
1ª SITUAÇÃO – Quando a visita chegar a uma das portarias do Condomínio o porteiro deverá solicitar seu nome e o nome e endereço do morador para qual ela deseja dirigir-se. Em seguida o porteiro, obrigatoriamente, deverá interfonar para o endereço fornecido para solicitar autorização de entrada da visita. Se alguém na residência atender o interfone e autorizar a entrada o porteiro então deverá cadastrar a visita e seu veiculo no Sistema de Controle de Acesso do Condomínio, caso ainda não tenha cadastro, e em seguida deverá liberar sua entrada.
 
2ª SITUAÇÃO - Se o interfone do endereço chamado não for atendido, após 12 toques (aproximadamente 01 minuto) a ligação cai automaticamente. Isso significará para o porteiro que não há ninguém na residência. Nesse caso o porteiro informará à visita que não há ninguém no endereço fornecido para recebê-la e não autorizará a entrada dessa visita no Condomínio.  
 
3ª SITUAÇÃO - Se o interfone do endereço chamado der sinal de ocupado isso significará para o porteiro que a residência ainda não possui interfone instalado ou que ele está temporariamente inoperante. Nesse caso o porteiro procederá como se fazia antes da existência do Sistema de Interfone. Ou seja! Se a visita informar corretamente o endereço e o nome de um morador desse endereço que esteja cadastrado no Sistema de Controle de Acesso do Condomínio, o porteiro então deverá cadastrar a visita e seu veiculo no Sistema, caso ainda não tenha cadastro, e em seguida deverá liberar sua entrada.
 
4ª SITUAÇÃO – Quando a visita informar ao porteiro um endereço errado e/ou um nome que não conste do cadastro do Condomínio como morador do respectivo endereço o porteiro informará à visita que a pessoa procurada não mora no endereço fornecido e, portanto, não poderá permitir a entrada dessa visita. Nesse caso, se a visita insistir, o porteiro deverá acionar o Supervisor de Segurança para resolver a situação. Caso a visita possua o telefone do morador que deseja visitar poderá telefonar para o mesmo a fim de que ele esclareça a situação com o Supervisor de Segurança.
 
            MUITO IMPORTANTE: Para que estes procedimentos funcionem adequadamente duas condições de fundamental importância devem ser atendidas:
1ª – Todos os moradores de cada residência do Condomínio devem, obrigatoriamente, estar cadastrados no Sistema de Controle de Acesso. Isso está previsto no Art. 17 da nossa Convenção. Portanto, desde já, a Administração convida os condôminos e locatários para que atualizem, o mais rápido possível, seu cadastro na secretaria do condomínio.
2ª – Todos os moradores que ainda não possuem interfone instalado em sua residência devem,    o mais rápido possível, entrar em contato com o setor de suporte técnico do Condomínio através do e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , ou pelos telefones 3335-6664 ou 9606-0518, para agendar a instalação da fibra óptica e da ONU em sua residência, a fim de permitir a instalação do aparelho de interfone.
 
            Finalmente, a Administração informa aos moradores que nosso Sistema de Interfone também permite realizar ligação das residências para as portarias do Condomínio e ligações entre as próprias residências do Condomínio. Exemplos:
Se o morador deseja interfonar da sua residência para uma das portarias deve discar:
- 10010 - Portaria Principal da Quadra 1 (PP1)
- 10011 - Portaria Secundaria da Quadra 1 (PS1)
- 20010 - Portaria Principal da Quadra 2 (PP2)
- 20011 - Portaria Secundaria da Quadra 2 (PS2)
- 20012 - Portaria da Área de Lazer Quadra 2 (PA2)
- 30010 - Portaria Principal da Quadra 3 (PP3)
- 30011 - Portaria Secundaria da Quadra 3 (PS3)
Se o morador deseja interfonar da sua residência para outra residência deve discar:
- 10412 - Quadra 1, Conj. 04, Casa 12
- 10723 - Quadra 1, Conj. 07, Casa 23
- 20607 - Quadra 2, Conj. 06, Casa 07
- 21217 - Quadra 2, Conj. 12, Casa 17
- 32026 - Quadra 3, Conj. 20, Casa 26
- 33205 - Quadra 3, Conj. 32, Casa 05
 
           
Atenção! Segurança é sempre um assunto de grande importância e deve ser uma preocupação de todos, portanto, atualize seu cadastro e providencie a instalação do seu interfone o mais rápido possível.
           
 
Atenciosamente.
           
 
PEDRO HUMBERTO LOBATO BENEDITO – Síndico do Solar de Brasília

 
 
 
INFORMATIVO Nº 11 - 19 ABR 2016 – NOVOS PROCEDIMENTOS APROVADOS PELA ASSEMBLÉIA GERAL COM RESPEITO AO SISTEMA DE INTERFONE, PARA VIGORAR A PARTIR DE 01 DE MAIO DE 2016. E-mail
 Prezados condôminos e locatários,
 
Acreditamos que todos os senhores sabem que o Sistema de Interfone do Solar de Brasília é um componente de fundamental importância para a segurança do nosso Condomínio. Tanto isso é verdade que, no passado recente, realizamos um vultoso investimento financeiro na nossa rede de fibra óptica, cujo principal objetivo era possibilitar que o Condomínio tivesse um Sistema de Interfone.

Quando assumimos a direção do Condomínio em abril de 2015 verificamos que apenas 30% das nossas residências (aproximadamente 370 delas) tinham o seu aparelho de interfone instalado. Sendo assim, como eram poucos os interfones instalados eles raramente eram utilizados pelos porteiros para anunciar as visitas. Desde então, a Administração estabeleceu como meta prioritária colocar o Sistema de Interfone do Condomínio em pleno funcionamento, a fim de justificar o vultoso investimento financeiro realizado com o dinheiro dos condôminos. Hoje já temos aproximadamente 920 residências com o interfone instalado (75 % do total) e estamos trabalhando para atingir pelo menos 95 % até julho de 2016.

 
Sendo assim, acreditamos ter chegado o momento de estabelecer normas padronizadas para orientar o trabalho dos porteiros com relação à utilização do Sistema de Interfone, a fim de que ele cumpra sua finalidade de incrementar ainda mais a segurança do nosso Condomínio. Foi por esse motivo que levamos para apreciação da 23ª Assembleia Geral Ordinária, realizada em 31 de março passado, a seguinte proposta: “6ª PROPOSTA - Que a Assembleia Geral, em vista do que foi apresentado, aprove que a partir de 01 de maio de 2016 os porteiros só deixem entrar no Condomínio os visitantes e prestadores de serviços que forem autorizados pelo morador através do Sistema de Interfone. Para o caso das residências onde o interfone ainda não estiver instalado ou estiver temporariamente inoperante os visitantes e prestadores de serviços só poderão entrar no Condomínio se informarem corretamente ao porteiro o endereço e o nome de um morador do respectivo endereço que conste do cadastrado do Condomínio.” A proposta foi aprovada pela Assembleia Geral e agora, para que seja colocada em prática, se faz necessário que os condôminos e demais moradores tomem conhecimento dos novos procedimentos que serão adotados pela Administração com respeito ao Sistema de Interfone para que os porteiros liberem a entrada de visitantes e prestadores de serviço no Condomínio, a fim de evitar problemas e reclamações futuras dos moradores e visitantes por desconhecimento desses procedimentos.   
 
Seguem-se os novos procedimentos padronizados que serão adotados com respeito ao interfone e à entrada de visitantes e prestadores de serviços (aqui denominados apenas de visita) no Solar de Brasília, os quais, os porteiros passarão a cumprir a partir de 01 de maio de 2016.
 
1ª SITUAÇÃO – Quando a visita chegar a uma das portarias do Condomínio o porteiro deverá solicitar seu nome e o nome e endereço do morador para qual ela deseja dirigir-se. Em seguida o porteiro, obrigatoriamente, deverá interfonar para o endereço fornecido para solicitar autorização de entrada da visita. Se alguém na residência atender o interfone e autorizar a entrada o porteiro então deverá cadastrar a visita e seu veiculo no Sistema de Controle de Acesso do Condomínio, caso ainda não tenha cadastro, e em seguida deverá liberar sua entrada.
 
2ª SITUAÇÃO - Se o interfone do endereço chamado não for atendido, após 12 toques (aproximadamente 01 minuto) a ligação cai automaticamente. Isso significará para o porteiro que não há ninguém na residência. Nesse caso o porteiro informará à visita que não há ninguém no endereço fornecido para recebê-la e não autorizará a entrada dessa visita no Condomínio.  
 
3ª SITUAÇÃO - Se o interfone do endereço chamado der sinal de ocupado isso significará para o porteiro que a residência ainda não possui interfone instalado ou que ele está temporariamente inoperante. Nesse caso o porteiro procederá como se fazia antes da existência do Sistema de Interfone. Ou seja! Se a visita informar corretamente o endereço e o nome de um morador desse endereço que esteja cadastrado no Sistema de Controle de Acesso do Condomínio, o porteiro então deverá cadastrar a visita e seu veiculo no Sistema, caso ainda não tenha cadastro, e em seguida deverá liberar sua entrada.
 
4ª SITUAÇÃO – Quando a visita informar ao porteiro um endereço errado e/ou um nome que não conste do cadastro do Condomínio como morador do respectivo endereço o porteiro informará à visita que a pessoa procurada não mora no endereço fornecido e, portanto, não poderá permitir a entrada dessa visita. Nesse caso, se a visita insistir, o porteiro deverá acionar o Supervisor de Segurança para resolver a situação. Caso a visita possua o telefone do morador que deseja visitar poderá telefonar para o mesmo a fim de que ele esclareça a situação com o Supervisor de Segurança.
 
            MUITO IMPORTANTE: Para que estes procedimentos funcionem adequadamente duas condições de fundamental importância devem ser atendidas:
1ª – Todos os moradores de cada residência do Condomínio devem, obrigatoriamente, estar cadastrados no Sistema de Controle de Acesso. Isso está previsto no Art. 17 da nossa Convenção. Portanto, desde já, a Administração convida os condôminos e locatários para que atualizem, o mais rápido possível, seu cadastro na secretaria do condomínio.
2ª – Todos os moradores que ainda não possuem interfone instalado em sua residência devem,    o mais rápido possível, entrar em contato com o setor de suporte técnico do Condomínio através do e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , ou pelos telefones 3335-6664 ou 9606-0518, para agendar a instalação da fibra óptica e da ONU em sua residência, a fim de permitir a instalação do aparelho de interfone.
 
            Finalmente, a Administração informa aos moradores que nosso Sistema de Interfone também permite realizar ligação das residências para as portarias do Condomínio e ligações entre as próprias residências do Condomínio. Exemplos:
Se o morador deseja interfonar da sua residência para uma das portarias deve discar:
- 10010 - Portaria Principal da Quadra 1 (PP1)
- 10011 - Portaria Secundaria da Quadra 1 (PS1)
- 20010 - Portaria Principal da Quadra 2 (PP2)
- 20011 - Portaria Secundaria da Quadra 2 (PS2)
- 20012 - Portaria da Área de Lazer Quadra 2 (PA2)
- 30010 - Portaria Principal da Quadra 3 (PP3)
- 30011 - Portaria Secundaria da Quadra 3 (PS3)
Se o morador deseja interfonar da sua residência para outra residência deve discar:
- 10412 - Quadra 1, Conj. 04, Casa 12
- 10723 - Quadra 1, Conj. 07, Casa 23
- 20607 - Quadra 2, Conj. 06, Casa 07
- 21217 - Quadra 2, Conj. 12, Casa 17
- 32026 - Quadra 3, Conj. 20, Casa 26
- 33205 - Quadra 3, Conj. 32, Casa 05
 
           
Atenção! Segurança é sempre um assunto de grande importância e deve ser uma preocupação de todos, portanto, atualize seu cadastro e providencie a instalação do seu interfone o mais rápido possível.
           
 
Atenciosamente.
           
 
PEDRO HUMBERTO LOBATO BENEDITO – Síndico do Solar de Brasília
 
 
 
INFORMATIVO Nº 10 - 08 ABR 2016 - RESUMO DA ATA DA 23ª ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA - AGO 01-2016
 Prezados condôminos,
Segue abaixo o Resumo da Ata da 23º Assembleia Geral Ordinária do Condomínio Solar de Brasília realizada dia 31 de março de 2016.

            Atenciosamente,
PEDRO HUMBERTO LOBATO BENEDITO – Síndico do Solar de Brasília

ATENÇÃO: Caso deseje fazer algum comentário sobre este Informativo, por favor, envie e-mail com nome completo, endereço do lote e telefone para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .
 
 
23ª ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA – AGO 01/2016
 
RESUMO  DA  ATA  E  PROPOSTAS  APROVADAS  NA  ASSEMBLEIA
 
OBSERVAÇÕES

Este resumo de Ata foi redigido considerando fielmente o contido nas 14 folhas da Ata original da 23ª Assembleia Geral Ordinária realizada em 31 de março de 2016. Ele apresenta todos os itens da pauta que foram discutidos da 23ª Assembleia Geral Ordinária e, dentro de cada item, as propostas que foram colocadas em votação e o resultado da respectiva votação. A Ata original, registrada em cartório na     data de hoje permanecerá arquivada na secretaria do Condomínio à disposição dos condomínios para consulta. Conforme estabelece a Convenção do Condomínio uma cópia completa da Ata no formato PDF estará disponível para consulta dos condôminos na área reservada do Site do Condomínio a partir do dia 11 de abril de 2016.  

ABERTURA DA ASSEMBLEIA

Assinaram a lista de presenças da Assembleia um total de 92 (noventa e dois) condôminos, sendo que    88 (oitenta e oito) deles tinham direito de voto por estarem adimplentes com suas obrigações condominiais. Voluntariaram-se para presidir a Assembleia o condômino Sr. GUSTAVO AUGUSTO FREITAS DE LIMA (03-24-26) e para secretariá-lo o condômino Sr. LUIZ VÍTOR DE SÁ (01-12-10), cujos nomes foram aprovados por aclamação pela Assembleia.



ITEM 01 - APROVAÇÃO DA ATA ANTERIOR

Como não foi apresentada nenhuma contestação sobre a Ata da 33ª AGE realizada em 29 de junho de 2015 o Presidente declarou a Ata da 33ª AGE aprovada na íntegra pela Assembleia.  Como não houve nenhum questionamento por parte dos condôminos passou-se ao item seguinte da pauta.



ITEM 02 - APROVAR OU REJEITAR, NO TODO OU EM PARTE, A PRESTAÇÃO DE CONTAS DA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO REFERENTE AO EXERCÍCIO ANTERIOR, DE 01 MAR 2015 A 29 FEV 2016.    

Sub-Item 2.1 - Apresentação de relatório sobre as principais realizações da Administração no exercício anterior.   

O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO apresentou um relatório detalhado sobre as principais realizações da Administração no exercício anterior. Como não houve nenhum questionamento ou dúvidas por parte dos condôminos passou-se ao item seguinte da pauta.

Sub-Item 2.2 - Apresentação da Prestação de Contas do exercício anterior.

O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO apresentou detalhadamente a prestação de contas do exercício anterior.  Como não houve nenhum questionamento ou dúvida por parte dos condôminos passou-se ao item seguinte da pauta.

Sub-Item 2.3 - Apresentação do Parecer do Conselho Fiscal sobre as Contas da Administração.

O Presidente da Assembleia leu o Parecer Final do Conselho Fiscal sobre a prestação de contas março/2015 a fevereiro/2016 no qual o Conselho manifestou-se com PARECER FAVORÁVEL à aprovação SEM RESSALVAS da prestação de contas do período de março/2015 a fevereiro/2016 deste Condomínio Solar de Brasília. Como não houve nenhum questionamento ou dúvida por parte dos condôminos passou-se ao item seguinte da pauta.

Sub-Item 2.4 - Apresentação das justificativas sobre as ressalvas apontadas pelo Conselho Fiscal na Prestação de Contas.

Como não houve nenhuma ressalva a ser justificada e nenhum questionamento por parte dos condôminos passou-se ao item seguinte da pauta.

Sub-Item 2.5 - Votação para aprovar ou rejeitar, no todo ou em parte, com ou sem ressalvas, as contas da Diretoria de Administração.

Concluída a apresentação e discussão do assunto o Presidente colocou em votação a  1ª PROPOSTA A SER VOTADA - Que a Assembleia Geral, em vista do que foi apresentado e em vista do Parecer Favorável do Conselho Fiscal, aprove, sem ressalvas, a Prestação de Contas da Administração referente ao exercício MAR 2015 a FEV 2016.  Realizada a votação e apuração dos votos a proposta foi aprovada pelos 88 condôminos presentes com direito a voto. O Presidente então declarou a 1ª PROPOSTA APROVADA POR UNANIMIDADE. Neste momento o condômino Sr. DALZIR (01-11-19) pediu a palavra e propôs que fosse consignado em ata um ELOGIO AOS MEMBROS DA ADMINISTRAÇÃO PELO EXCELENTE TRABALHO REALIZADO, proposição esta que foi aceita e aprovada por aclamação por todos os presentes que, neste momento, irromperam espontaneamente em uma salva de palmas para a Administração.

ITEM 3 - DISCUTIR E VOTAR A PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA ANUAL PARA O EXERCÍCIO  FINANCEIRO  DE  01 MAR 2016  A  28 FEV 2017.
 
Sub-Item 3.1 - Apresentação e explicação da Proposta Orçamentária para o exercício de 2016/17.
O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO apresentou detalhadamente a Proposta Orçamentária para o exercício 2016/17.  Concluída a apresentação 12 (doze) condôminos manifestaram-se com questões e dúvidas sobre o assunto, sendo que todas elas foram prontamente esclarecidas pelo Síndico.

 Sub-Item 3.2 - Votação da Proposta Orçamentária.
 
Concluída a discussão do assunto o Presidente colocou em votação a 2ª PROPOSTA A SER VOTADA - Que a Assembleia Geral, em vista do que foi apresentado, aprove a Proposta Orçamentária da Administração para o exercício MAR 2016 a FEV 2017.   Realizada a votação  e apuração dos votos a proposta foi aprovada pelos 88 condôminos presentes com direito a voto. O Presidente então declarou a 2ª PROPOSTA APROVADA POR UNANIMIDADE.

ITEM 4 - VOTAR O VALOR DA TAXA ORDINÁRIA ADEQUADA À EXECUÇÃO DA PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA APROVADA NO ITEM 3.

O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO explicou detalhadamente o cálculo da nova Taxa Ordinária, dizendo que como o novo valor calculado era apenas um pouco maior que a Taxa em vigor, explicou que a Administração iria propor a manutenção da Taxa Ordinária atual sem reajuste. Concluída a apresentação 01 (um) condômino manifestou-se com dúvida sobre o assunto, sendo ela prontamente esclarecida      pelo Síndico.   Concluída a apresentação e discussão do assunto o Presidente colocou em votação a 3ª PROPOSTA A SER VOTADA - Que a Assembleia, em vista do que foi apresentado, aprove a manutenção dos valores atuais da Taxa Ordinária sem reajuste, até março de 2017, sendo R$ 576,00 (quinhentos e setenta e seis reais) para pagamento no dia 05 e R$ 640,00 (seiscentos e quarenta reais) para pagamento no dia 10.  Realizada a votação e apuração dos votos a proposta foi aprovada pelos 88 condôminos presentes com direito a voto. O Presidente então declarou a 3ª PROPOSTA APROVADA POR UNANIMIDADE. Neste momento como já eram 22 horas e 30 minutos o Presidente propôs um adiamento do encerramento da Assembleia por 30 minutos, o que foi aprovado por aclamação.

ITEM 5 – HOMOLOGAR O ÍNDICE DE REAJUSTE ANUAL DO PRÓ-LABORE DOS MEMBROS DA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO.

O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO apresentou explicações detalhadas sobre o assunto. Concluída a apresentação 05 (cinco) condôminos manifestaram-se, três deles em apoio ao reajuste e dois contrários. Concluída a discussão do assunto o Presidente colocou em votação a 4ª PROPOSTA A SER VOTADA - Que a Assembleia Geral, em cumprimento do  § 1º do Art. 36 do Regimento Interno, homologue o índice de reajuste estabelecido pelo sindicato da categoria, de 10.5 % retroativo a 1º de janeiro de 2016, para reajustar o valor do Pró-labore da Diretoria de Administração.  Realizada a votação e apuração dos votos a proposta recebeu 77 (setenta e sete) votos favoráveis e 11 (onze) votos contrários entre os 88 condôminos presentes com direito a voto. O Presidente então declarou a 4ª PROPOSTA APROVADA POR MAIORIA ABSOLUTA. Nesse momento como já eram 23 horas o Presidente propôs outro adiamento do encerramento da Assembleia por mais 30 minutos, o que foi aprovado por aclamação.

ITEM 6 - DISCUTIR E VOTAR OUTROS ASSUNTOS DE RELEVANTE INTERESSE DO CONDOMÍNIO.

Sub-Item 6.1 - Explicação e votação para aprovar o Plano de Investimento Anual (PIA) 2016/17.

O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO apresentou detalhadamente a Plano de Investimento Anual para o exercício 2016/17.  Concluída a apresentação 07 (sete) condôminos manifestaram-se com questões e dúvidas sobre o assunto, sendo que todas elas foram prontamente esclarecidas pelo Síndico.  Concluída a discussão do assunto o Presidente colocou em votação a 5ª PROPOSTA A SER VOTADA - Que a Assembleia Geral, em vista do que foi apresentado, aprove o Plano de Investimento Anual (PIA) 2016/17, a ser executado com 50 % do saldo da Conta de Cobrança de Dividas em 29 de fevereiro de 2016, ou seja, R$ 593.000,00 (quinhentos e noventa e três mil reais).  Realizada a votação e apuração dos votos a proposta foi aprovada pelos 88 condôminos presentes com direito a voto. O Presidente então declarou a 5ª PROPOSTA APROVADA POR UNANIMIDADE.

Sub-Item 6.2 - Votação de proposta sobre o Sistema de Interfone.

O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO explicou detalhadamente o assunto envolvendo o Sistema de Interfone do Condomínio. Concluída a apresentação 05 (cinco) condôminos manifestaram-se com questões e dúvidas sobre o assunto, sendo que todas elas foram prontamente esclarecidas pelo Síndico. O advogado do Condomínio, Dr. MARIO GILBERTO, também se pronunciou com esclarecimentos sobre o assunto. Concluída a discussão o Presidente colocou em votação a 6ª PROPOSTA A SER VOTADA - Que a Assembleia Geral, em vista do que foi apresentado, aprove que a partir de maio de 2016 os porteiros só deixem entrar no Condomínio os visitantes e prestadores de serviço que forem autorizados pelo morador através do Sistema de Interfone, sendo que no caso das casas onde o interfone ainda não estiver instalado ou estiver temporariamente inoperante o visitante poderá entrar, desde que informe corretamente ao porteiro o endereço e o nome de algum morador cadastrado no respectivo endereço. Realizada a votação e apuração dos votos a proposta recebeu 86 (oitenta e seis) votos favoráveis e apenas 02 (dois) votos contrários entre os 88 condôminos presentes com direito a voto. O Presidente então declarou a 6ª PROPOSTA APROVADA POR MAIORIA ABSOLUTA.

Sub-Item 6.3 - Votação de proposta sobre a continuação do fornecimento de Internet pelo Condomínio.

O Síndico explicou que tendendo sugestão prévia dos Conselhos Fiscal e Consultivo esse ASSUNTO FOI RETIRADO DE PAUTA e não seria mais abordado nesta AGO, devendo ser mais bem estudado e, se for o caso, reapresentado para votação na próxima AGE.  

Sub-Item 6.4 – Explicação sobre as possíveis alternativas para melhorar o Sistema de Segurança do Condomínio.

O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO explicou detalhadamente o assunto envolvendo o Sistema de Segurança do Condomínio explicando cada uma das cinco propostas da Administração sobre o assunto. Concluída a apresentação 02 (dois) condôminos manifestaram-se com questões e dúvidas, sendo que todas elas foram prontamente esclarecidas pelo Síndico.

Sub-Item 6.5 - Relatório sobre as últimas novidades relativas ao Processo de Regularização do Condomínio.

O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO fez um relatório detalhado sobre o assunto, concluindo com a opinião da Administração de que, ao que tudo indica o Processo de Regularização deverá andar mais rápido e poderá ocorrer ainda em 2016.  Finalizou relembrando que há uma Assembleia “em aberto” sobre esse assunto e que qualquer novidade importante essa Assembleia será re-convocada em caráter de urgência.   

Sub-Item 6.6 - Outros assuntos de interesse do Condomínio.

O Síndico relembrou a todos os cuidados em suas casas com os possíveis criadouros do mosquito da Dengue.

ITEM 7 - DISCUTIR E VOTAR ASSUNTOS PROPOSTOS PELOS CONDÔMINOS.

Neste momento como já eram 23 horas e 30 minutos o Presidente propôs mais um adiamento de 15 minutos no encerramento da Assembleia e propôs que se discutisse apenas as propostas dos condôminos que estivessem presentes. A proposta foi aprovada por aclamação. Como entre as cinco propostas que haviam sido apresentadas previamente por condôminos só se encontrava presente o Sr. FABIO ANTINORO, autor da primeira proposta,  passou-se a discutir esse Item como último da Pauta dessa noite.

Sub-Item 7.1 - Discutir e Votar proposta do condômino Sr. FABIO ANTINORO (02-08-17) sobre proibição de abertura de portões nos muros externos limítrofes do Condomínio.

O Síndico Sr. PEDRO HUMBERTO explicou todos os detalhes do assunto e concluiu dizendo que a Administração é favorável à aprovação da proposta do Sr. FABIO. Foi passada a palavra para o condômino Sr. FABIO ANTINORO complementar com suas próprias explicações. Em seguida foi dada a palavra ao condômino Sr. ANTONIO BARROS (02-08-22) dono do portão no muro limítrofe com a fazenda Piquet para que ele apresentasse seus argumentos de defesa. Outros 02 (dois) condôminos e o Dr. MARIO GILBERTO, advogado do Condomínio, manifestaram-se sobre o assunto. Concluída a discussão do assunto o Presidente colocou em votação a 8ª PROPOSTA A SER VOTADA - Que a Assembleia Geral, em vista do que foi apresentado, aprove a proposta do condômino  Sr. FABIO ANTINORO no sentido de que, por questão de segurança, a entrada e saída do Condomínio somente seja permitida através das seis portarias oficiais, ficando proibida a existência e a manutenção de portões ou qualquer outro tipo de abertura nos muros externos limítrofes do Condomínio que possibilitem a entrada e saída de pessoas através desses locais sem identificação e que o descumprimento desta proibição sujeitará o infrator a Notificação e Multa conforme estabelecido nos Art. 43 e Art. 44 da Convenção do Condomínio. Realizada a votação e apuração dos votos a proposta foi aprovada por todos os 88 condôminos presentes com direito a voto, inclusive pelo próprio reclamado, Sr. JOSÉ MACHADO (02-18-14), dono do portão. O Presidente então declarou a 8ª PROPOSTA APROVADA POR UNANIMIDADE.  

Neste momento, nada mais havendo a ser tratado, às 23 horas e 50 minutos, foi encerrada a 23ª Assembleia Geral Ordinária - AGO 01/2015, sendo lavrada a Ata, que após lida e achada conforme, foi assinada pelo Secretário, pelo Presidente da Assembleia e por mais três (3) Condôminos presentes à mesma.

Confere com a Ata original.        
Brasília, 08 de abril de 2016.
PEDRO HUMBERTO LOBATO BENEDITO – Síndico do Condomínio
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 13
Desenvolvimento, hospedagem e manutenção por IBS Tecnologia Web .'.